VIAGEM AO ALASCA DE V-STROM – CONFIRA ESSA AVENTURA!

VIAGEM AO ALASCA DE V-STROM – CONFIRA ESSA AVENTURA!

Em primeiro lugar, algumas aventuras marcam a nossa alma, não é mesmo?

E grandes aventuras se fazem com grandes motos.

V-STROM 650XT é ideal para suas viagens se tornarem luxuosas e emocionantes.

Cada detalhe da moto foi pensado para você desfrutar da mais alta tecnologia dentro e fora da cidade.

A V-STROM 650XT possui uma alma desafiadora que te leva a qualquer lugar!

Como foi o caso do Albensio Campos, que viajou de Campo Grande, no MS, até o Alasca.

A ideia da viagem surgiu em 1982, quando descobriu num jornal a existência da rodovia Pan-Americana.

Que é uma estrada que se estende de norte a sul no continente americano e que se vai até à cidade de Fairbanks, no Alasca.

Foi aí que Albensio decidiu fazer essa grande viagem ao Alasca.

“Num primeiro momento pensei em fazer de bicicleta, mas o tempo passa e os joelhos já não ajudam tanto (risos)”.

Ele tirou a ideia da cabeça e colocou o projeto no papel.

Na época, não existia a facilidade do GPS e chegou a comprar todos os mapas rodoviários – e os tem até hoje.

36 anos se passaram e Albensio decidiu ir.

Pesquisou algumas motos de outras marcas e acabou optando pela V-STROM 650XT.

“Cheguei à conclusão que o melhor custo-benefício para viajar seria a Suzuki”.

No dia 14 de maio de 2018, montou na sua V-STROM 650XT e seu sonho começou a se tornar realidade.

Atravessou a Bolívia, o Peru, o Equador e a Colômbia. Foram 78 dias de viagem.

No entanto, entre Costa Rica, Panamá e Honduras, ficaram 25 dias parados por causa em Nicarágua.

A imigração não permitiu a estrada alegando que o país estava muito perigoso devido às barricadas nas principais vias.

“Tentamos um container em San Jose, não conseguimos e voltamos para o Panamá, onde ali foi possível despachar as motos para Honduras”, conta.

Albensio fez uma parte do trajeto sozinho e encontrou dois motociclistas brasileiros no meio do caminho.

Paulino e Victor tinham o mesmo objetivo que ele e foram se comunicando até atravessarem juntos a fronteira da Costa Rica com a Nicarágua.

“Não permitiram a nossa entrada”.

“Passamos uns dias na praia e quando liberaram as motos em Honduras foi terrível, extorsão sem dó nem piedade”.

“Dessa forma, tive que apelar para amigos em Brasília no sentido de acionar a Embaixada, pois estávamos sendo roubados”.

“Cada hora uma taxa e nada de liberar as motos”, explica.

O resto de Honduras e a Guatemala atravessaram em um dia; o México, em três dias.

Então, entraram no Estados Unidos por El Paso.

Atravessaram o Texas, o Novo México, o Arizona, a Califórnia, Oregon e Washington.

Tudo feito pela costa oeste dos Estados Unidos.

Seguiram para a Califórnia e ali se juntou ao grupos mais dois, Leandro e Luis.

Após a entrada no Canadá, se separou do grupo e foi rumo ao seu sonho, que foi emocionante e indescritível:

“Quando cheguei na Placa de “Bem-vindo ao Alasca” a emoção tomou conta, foi muito forte mesmo”.

Primeira pernoite no Alasca, em Tok, conheci novos amigos, que me convidaram para me juntar a eles e subimos até Anchorage.”

Por fim, de Anchorage partiu para Miami, de onde despachou a moto para Assunção, no Paraguai.

AO TODO, FORAM 28.433,9 KM, SENDO 16.000 KM PILOTANDO SOZINHO.

“Durante a viagem são vários sentimentos que tocam a gente:

“Solidão, tristeza, alegria e muita reflexão”.

“Mas ao chegar no objetivo a realização é imensa”.

“Valeu cada quilômetro e cada centavo investido na viagem”.

Obrigada por compartilhar com a gente seu relato, Albensio. Baita aventura!

E aí, se animou a comprar uma V-STROM 650XT e conhecer o lugar dos seus sonhos?

Ela é poderosa, te leva a qualquer lugar!

Vem pra Casarini Motos e e encontre a sua!


Casarini Motos
Avenida Miguel Stefano, 4941
Enseada - Guarujá, SP
Tel.: (13) 3351.1521